search Created with Sketch.

Saiba quais são os principais pilares de uma boa reputação online

Saiba quais são os principais pilares de uma boa reputação online

Reputação Online: Estar apenas presente no mundo digital não é suficiente para que as empresas alcancem seus objetivos. Isso significa dizer que a presença no espaço online requer uma boa estratégia de marketing digital, que esteja alinhada ao plano estratégico da organização, fazendo assim com que ela consiga alcançar mais rapidamente o seu propósito.

Em outras palavras, não faz sentido ter um blog, site e perfis em diferentes redes sociais e não os gerir adequadamente. É muito importante ter um plano de ação para que você possa realmente ter uma presença online forte e eficaz.

Nesse sentido, ainda cabe dizer que, a cada dia, os consumidores estão cada vez mais exigentes com relação ao comportamento das empresas com as quais mantêm relacionamento ou desejam criar. Exigem, por exemplo, não apenas publicações frequentes, mas responsáveis, de qualidade e úteis, capazes de promover conhecimento. Essas são algumas das principais características de comportamento do consumidor moderno, e conhecê-las é essencial para que desenvolva uma excelente reputação online.

Portanto, hoje, para que sua empresa alcance seus objetivos no âmbito digital, conhecer os principais pilares de uma boa reputação online é indispensável. Você quer ajuda nesse sentido? Então, que tal continuar a leitura?

Posicionamento

O posicionamento da organização é fundamental para modelar estratégias de negócios online, ou melhor, para desenvolver ações de marketing que estejam em perfeita sintonia com o seu plano de crescimento estratégico.

Nessa direção, cabe dizer que o posicionamento da empresa é a forma como ela se apresenta ao mercado, ou seja, é o conjunto de atributos que ela projeta.

É uma questão que está diretamente relacionada à forma como o público a vê (imagem da marca). A partir daí, pode-se definir padrões como tom de voz, linguagem, formato de conteúdo, tema, estilo, linha editorial etc. Tudo isso precisa ser desenvolvido com a máxima cautela, para que assim a empresa reforce seu posicionamento na mente dos seus consumidores e na mente daqueles que ela busca alcançar e conquistar.

Por exemplo, se a empresa se preocupa com a preservação do meio ambiente e os seus consumidores sabem disso, ela precisa se comportar dessa maneira no ambiente online, adotando publicações que reforcem seu posicionamento quanto a essa questão. Esse é um valor que deve ser ressaltado, assim como outros que possam garantir que a organização construa uma boa reputação no ambiente digital.

Dito isso, não restam dúvidas que os gestores responsáveis pelo marketing devem conhecer muito bem a empresa para a qual trabalha, conhecendo seus valores, filosofia, política e tudo o que for necessário para que ela adote um discurso positivo e alinhado com seu plano estratégico de crescimento.

Evidenciamos que todas as operações realizadas no ambiente online devem estar em harmonia com o ambiente off-line. O consumidor deve ter a sensação de estar falando com a mesma empresa/marca.

Conteúdo

O conteúdo relevante, de qualidade e útil é o que pode manter seu público interessado em sua empresa. Além disso, pode fazer com que ele permaneça em seu site, blog ou redes sociais e, assim, siga seu funil de vendas ou etapas da jornada de compra que você previamente planejou.

Diante disso, é provável que você esteja se perguntando como desenvolver um conteúdo relevante, de qualidade e útil. Então, para alcançar isso é simples: crie conteúdos que sejam capazes de responder as perguntas ou dúvidas dos clientes ou que dialoguem com sua realidade. É claro, também, que você deve desenvolver conteúdos que estejam em sintonia total com a essência e propósito de sua marca.

Em síntese, o conteúdo se apresenta como uma das principais forças para que se desenvolva uma boa reputação digital de seu negócio. No entanto, não basta apenas desenvolver conteúdos, é importante traçar uma boa estratégia de distribuição de conteúdos na web, pois, se eles não estiverem disponíveis ao público, certamente não produzirão os resultados que você espera.

Fora isso, é essencial utilizar vários formatos, como texto, vídeo, imagem, webinar, e-mail marketing etc. Formatos que façam com que sua empresa produza um conteúdo interativo e criativo.

Bônus: dica sobre como produzir conteúdos assertivos

Uma dica que damos: se você ainda não adota o funil de vendas, é hora de repensar essa posição, pois é uma ferramenta que pode lhe orientar nesse sentido, fazendo com que produza conteúdos que sejam capazes de atender às necessidades dos clientes ou das pessoas que deseja alcançar. Isso em momentos realmente necessários.

Basicamente, um funil de vendas é um modelo estratégico que mostra o caminho que um cliente faz desde o primeiro contato com sua empresa até a conclusão de uma compra. Ou seja, representa o caminho percorrido pelo cliente antes de finalizar a compra. Desde o momento em que o cliente percebe a solução que sua empresa vende, até o final da transação, você pode conduzi-lo e acompanhar durante esse processo.

Mas o que o funil de vendas tem a ver com a produção de conteúdos? Basicamente, o funil de vendas é composto por três etapas, a saber:

  • 1. Topo do funil

Essa etapa é chamada de estágio de consciência, pois até agora o consumidor é indiferente, não sabendo que tinha alguma necessidade.

Ou seja, ele não procurou nenhum produto ou serviço porque não sabia que tinha essa necessidade. No entanto, quando ela entrou em contato com seu negócio pela primeira vez, ele soube que existe essa uma lacuna e então irá pesquisá-la, resolvendo sua situação com a compra de um produto ou serviço fornecido por sua empresa.

Nessa etapa, o ideal é fornecer materiais para ajudar seus visitantes a diagnosticar o problema e entendê-lo totalmente. Assim, caso ele tenha alguma dúvida sobre esse assunto, ele procurará seu negócio.

  • 2. Meio do funil

Nesse estágio, o visitante já leu muito sobre o assunto e sabe que tem uma necessidade de que você o ajudou a identificar. Agora, ele está em busca de soluções (e vai considerar muitas delas), e seu trabalho é fornecer caminhos que sejam capazes de garantir que ele resolva seu problema.

Vale dizer que, nessa altura do campeonato, normalmente lidamos com leads, ou seja, com pessoas que interagiram com seu conteúdo e que entregaram informações básicas de contato que podem ser utilizadas por sua empresa para oferecer as soluções.

Então, o ideal é que você utilize as informações de contato dos seus leads para oferecer as soluções, que podem ser produtos ou serviços que sua empresa fornece. Como dissemos no início deste tópico, o lead vai considerar todas as soluções que puder, com o objetivo de resolver seu problema da melhor maneira, sem deixar de considerar a relação de custo-benefício, cumpre ressaltar.

Por isso, nesse momento, o ideal é produzir conteúdos que destaquem as características e vantagens de suas soluções, para que assim o lead conheça melhor seus produtos ou serviços.

No entanto, não caia na prática de querer convencer de que seu produto é o melhor do mercado. O ideal é adotar uma linguagem sutil, de que você está ali para ajudá-lo e não apenas para vender seu produto.

  • 3. Fundo do funil

Por fim, nessa etapa, os leads já passaram por todo o funil de vendas, agora você deve se esforçar um pouco para mostrar que é o parceiro certo para eles.

Focar na produção de conteúdos ligados ao que a sua empresa pode oferecer aos clientes, em termos de atendimento, qualidade e suporte, pode ser um diferencial capaz de garantir que o seu potencial cliente escolha seu negócio como a parceria ideal.

O relacionamento é um dos principais pilares para construir uma boa reputação online

A base de uma boa reputação online é, sem dúvida alguma, a interação e a conexão entre os consumidores e as marcas, de uma forma geral. Deixar isso de lado é algo que pode fazer com que a empresa seja severamente prejudicada, não alcançando assim seus objetivos. Em última instância, pode até mesmo fechar as portas. Daí se pode tirar a importância de investir em um relacionamento saudável e duradouro com os clientes no âmbito digital.

É importante destacar que o relacionamento com os clientes sempre foi importante, mas é fato que com a internet se tornou ainda mais, por diversos motivos. Um deles já destacamos, que é o consumidor moderno, o qual é exigente, solicitando respostas rápidas para suas dúvidas ou inquietações.

Nesse sentido, vale dizer que se relacionar com os clientes não se limita a responder suas perguntas ou dúvidas. Um relacionamento de excelência com os clientes requer comunicação, diálogo e uma boa sintonia entre a marca e o público.

Você se lembra do tópico posicionamento? É disso que estamos falando. A empresa precisa adotar um comportamento que esteja em sintonia com os seus interesses, mas também com os do seu público. Isso é um exemplo de relacionamento que não se limita a tirar as dúvidas dos clientes ou potenciais clientes.

Nesse contexto, cabe dizer ainda que a comunicação digital é chamada de “um para um” porque possibilita dialogar diretamente com o seu público e, com isso, obter feedbacks instantâneos. Em outras palavras, você pode entrar na rotina dos seus clientes e, assim, aproveitar as oportunidades que essa possibilidade lhe garante.

Essa possibilidade, se bem utilizada, pode servir de base para que sua empresa entenda melhor o mercado, as expectativas do seu público, bem como as tendências de comportamento. Informações que são de fundamental importância para quem pensa grande e deseja, com base no comportamento do mercado, implementar mudanças em seus processos, produtos e serviços.

Monitoramento

Monitorar as ações que você empreende no âmbito digital é também fundamental para que desenvolva uma boa reputação online. Afinal, monitorar é uma forma de identificar comportamentos de consumidores que podem afetar a imagem de sua marca e, assim, fazer com que ela não alcance seus objetivos. Por exemplo, fazer um comentário negativo sobre um produto ou serviço por uma empresa, o que pode influenciar outros potenciais compradores.

A boa notícia é que, basicamente, a grande maioria das mídias sociais e canais digitais fornecem estatísticas de alta precisão que podem ser usadas para monitorar movimentos e interações no ambiente online. Um canal que podemos destacar nesse sentido é o Reclame Aqui, site que possibilita à sua empresa conhecer melhor o que os clientes andam dizendo sobre sua marca. A partir do que encontrar por lá, a sua empresa pode adotar ações para resolver os problemas.

Com essas informações, cumpre destacar ainda que você pode entender o comportamento e o interesse dos potenciais clientes que estão utilizando e interagindo com cada canal que a sua empresa possui, como redes sociais, site, blog etc.

Você também pode utilizar os dados para tomar decisões estratégicas relacionadas ao relacionamento que sua marca possui com os clientes. Além disso, pode utilizá-los para prospectar novos consumidores e, assim, fazer com que sua marca se desenvolva de forma acelerada.

Se você deseja saber mais sobre marketing digital, não deixe de acompanhar as publicações em nosso blog! Esta é uma nova forma de as empresas se conectarem com os clientes na Internet.

Ficou alguma dúvida com relação a este conteúdo? Então, não deixe de entrar em contato conosco. Será um prazer te ajudar!